Os sons do comer

Atualizado: 21 de Set de 2019

Quem não se lembra quando, na escola, ouvíamos um coleguinha tentando chupar uma bala ou comer uma delícia sozinho? Ele ia abrindo lentamente a bala ou doce, e o barulhento papel ia avisando a todos que ali havia algo gostoso; dependendo do barulho e do horário, a gente começava a salivar e ninguém mais prestava atenção na aula.


Outros sons, que talvez você se lembre e que para mim trazem uma certa nostalgia, são os produzidos na mordida de uma jabuticaba, o de um ovo fritando na frigideira ou de uma máquina de café. Todos sons maravilhosos que avisam nosso cérebro que algo bom vai acontecer e, desde esse momento, nos dão um imenso prazer

(https://www.foodworksweb.com.br/post/a-gente-quer-comida-divers%C3%A3o-e-arte).

A influência dos aspectos auditivos em alimentos e bebidas pode ocorrer em diferentes estágios da experiência alimentar, desde o momento que manuseamos a embalagem até a mordida e a mastigação. “A audição participa ativamente do ato de comer, informando sobre os eventos de fratura, que produzem som e que são importantes na percepção das características crocantes” afirma a pesquisadora do IATA, Susana Fiszman, em seu artigo Comer: una experiencia sensorial compleja (Boletin de la Sociedad Española de Bioquímica y Biología Molecular, 166, Diciembre 2010).


A crocância é um atributo importante nos biscoitos cream cracker, nas batatas chips, nos snacks e em muitos outros produtos. Além de influenciar o sabor, a crocância passa informação sobre o frescor e a qualidade.

O som da embalagem afeta o sabor do alimento?

Um experimento sobre a influência do som do material da embalagem na percepção do alimento foi realizado por pesquisadores da Universidade Politécnica de Torino, Itália (https://www.researchgate.net/publication/318129459_The_taste_of_the_sound_or_the_sound_of_the_taste_How_sounding_packaging_influence_food_perception).


Iogurtes em potes similares e materiais diferentes (polietileno, cerâmica e vidro) foram testados. As amostras foram apresentadas de forma aleatória e cada pote foi escondido em uma caixa, a fim de excluir o componente visual. Conforme os degustadores pegavam o iogurte, o som da colher com os diferentes materiais ia sendo avaliado e constatou-se, no final, que o iogurte foi percebido como mais doce e mais caro quando contido no frasco de vidro.


Ainda há muito a ser explorado sobre os aspectos auditivos e sua influência na alimentação. Restaurantes e empresas de alimentos têm utilizado a música para proporcionar ao consumidor uma experiência mais completa, mas isso é assunto para um próximo post.


FoodWorks. Alimentamos ideias que mudam o mundo. Inspiramos pessoas a alimentar novas ideias.

Campinas - Brasil 

contato@foodworksweb.com.br

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

© 2018 Mixdcampinas.com -  Criado orgulhosamente com Mixdcampinas